Detalhes da notícia

Por PABLO KOVAL | Postado em: 16/01/2018 - 08:34
CEU de Toledo é um dos quatro municípios beneficiados pelo Fundo Internacional da Diversidade Cultural
O projeto tem duração total prevista de 18 meses, de março de 2018 a agosto de 2019
CEU de Toledo é um dos quatro municípios beneficiados pelo Fundo Internacional da Diversidade Cultural

O Centro de Arte e Esporte Unificados (CEUs) de Toledo foi um dos quatro beneficiados pelo projeto do Fundo Internacional da Diversidade Cultural da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). O projeto, elaborado por uma equipe de profissionais do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), tem o apoio do Ministério da Cultura (MinC) e foi um dos sete selecionados pelo fundo, juntamente com iniciativas da sociedade civil e instituições governamentais de outros países. Serão repassados ao Cebrap US$ 91 mil. Além de  Toledo, os municípios de Embu das Artes (SP), Serra Talhada (PE) e Macapá (AP). 

A proposta do Cebrap neste projeto é trabalhar com a capacitação de agentes culturais locais nos CEUs, com foco na economia da cultura e no fortalecimento de redes e cadeias locais da cultura. A ideia é que esses agentes se tornem multiplicadores em suas regiões. Em cada Praça CEU, haverá uma etapa de alinhamento da agenda e da estratégia com os Grupos Gestores e a coordenação-geral e, depois, o desenvolvimento dos cursos de capacitação para fomento das cadeias da cultura, com conteúdo teórico e prático. O projeto tem duração total prevista de 18 meses, de março de 2018 a agosto de 2019. 

“Isso é muito bom. Afinal é um trabalho que estamos realizando há bastante tempo e isso vem confirmar o reconhecimento por este trabalho. Em março de 2016, ainda quando o CEU estava sob minha coordenação, consultores da Unesco estiveram em Toledo realizando pesquisas, avaliando o trabalho e a relação do equipamento com a Comunidade. A escolha confirmou nossa classificação entre os 10 melhores CEUs do Brasil”, avalia a diretora da Cultura Magda Ritter.

Ela destaca a importância dos investimentos no CEU que atendeu em 2017 cerca de 220 alunos em 14 cursos. No ano passado, o Centro fez 12.957 atendimentos. “Com esse recurso poderemos potencializar as ações e fortalecer ainda mais nossa posição entre os melhores, conquistando gradativamente recursos para ampliação das atividades”.

ESCOLHA

Segundo a coordenadora-geral do projeto, Maria Carolina Vasconcelos, o trabalho vai envolver diretamente os responsáveis pela gestão dos CEUs nas atividades de formação e de diagnóstico das necessidades locais e, com isso, ajudar a construir – e em alguns casos fortalecer – uma rede de interação entre esses equipamentos e a comunidade cultural local, bem como ampliar as informações e o conhecimento que esses equipamentos possuem sobre as cadeias de produção cultural local.

A equipe do Cebrap estima que, em cada cidade, cerca de 40 atores culturais – entre atores públicos e da sociedade civil, preferencialmente gestores dos CEUs, de prefeituras locais e de outros equipamentos públicos – participem das atividades. Haverá ainda um treinamento específico de cinco representantes de cada região, da sociedade civil, que trabalharão como multiplicadores de conhecimentos locais de forma remunerada e serão centrais no levantamento de informações para compor o diagnóstico e o mapeamento de cada região.

Os critérios de seleção dos municípios foram amplos e levaram em conta principalmente a diversidade dos cenários culturais em questão. Toledo (PR) apresenta uma mistura entre as representações de "cultura universitária" e de "cultura rural", além de estar próxima às fronteiras entre Brasil, Paraguai e Argentina, o que também traz uma característica de interculturalidade. 



Compartilhe:
Notícias relacionadas

Publicidade
Notícias mais lidas
Publicidade
Fale conosco
Integração, a sua rádio!
Uma programação preparada especialmente para você!
Rua Dom Pedro II - 1581 - Centro - Toledo PR
© 2018 | Todos os direitos reservados
Desenvolvido por 4aw