Detalhes da notícia

Por SECOM/Prefeitura Toledo | Postado em: 10/09/2018 - 07:54
Toledo obtém 6,5 de nota no IDEB e supera média estadual
Importante considerar que todo processo têm origem na educação infantil, e resulta de todo um trabalho realizado ao longo dos anos com as crianças, bem como, o índice de reprovação, está diretamente relacionado à formação do resultado do IDEB.
Toledo obtém 6,5 de nota no IDEB e supera média estadual

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP) divulgou o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) referente à avaliação realizada em 2017. Toledo obteve resultado maior que a média Estadual (6,3) e a nacional (5,8). Conquistou a nota de 6,5, superando a meta estabelecida. Este índice reúne, em um só indicador, os resultados de dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações.

Segundo a Secretaria de Educação de Toledo, esses dados permitem comemoração e, ao mesmo tempo, são objeto de reflexão e planejamento. “Vale destacar que esse índice revela um avanço na aprendizagem, uma vez que o índice de reprovação aumentou. Embora o índice tenha baixado no município [-0,2], precisamos ressaltar que Toledo se destaca em muitos aspectos, como a qualificação e formação de nossos professores, uma grande maioria deles com pós-graduação”, evidenciou a Secretária de Educação, Edna Heloisa Schaeffer, ao atribuir o sucesso dos resultados.

Ela também mencionou que “há muitos anos a educação possui programa de formação continuada; calendário escolar  próprio; proposta pedagógica; produção de material de apoio pedagógico; serviço de psicopedagogia e salas de Atendimento Educacional Especializado; profissionais habilitados atuando no Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs); Educação em Tempo Integral; Sistema Municipal de Ensino; eleição de diretores e Conselhos Escolares, dentre muitas outras ações que o diferencia e o torna referência para muitos municípios”, acrescentou.

O índice

Divulgado a cada dois anos (o primeiro foi relativo a 2005), o Ideb traz uma radiografia do nível de qualidade dos Ensino Fundamental- Anos Iniciais  (1º ao 5º ano), Ensino Fundamental - Anos Finais (6º ao 9º ano) e do Ensino Médio (3º ano) e estabelece metas. Os resultados obtidos decorrem de dois indicadores: os índices de aprovação, segundo Censo Escolar, e o desempenho dos alunos do 5º ano na Prova Brasil, na qual são avaliados em Leitura e Matemática, cujo índice varia em uma escala de  0 a 10.

Importante considerar que todo processo têm origem na educação infantil, e resulta de todo um trabalho realizado ao longo dos anos com as crianças, bem como, o índice de reprovação, está diretamente relacionado à formação do resultado do IDEB.

Estratégia

“Nesse sentido, o município tem buscado junto às equipes diretivas das escolas, estabelecer estratégias e mecanismos de acompanhamento da aprendizagem das crianças, de modo que possam ser identificados fatores intervenientes no processo de ensino e aprendizagem. Tem buscado subsidiar as escolas por meio do assessoramento pedagógico, profissionais que atuam no apoio pedagógico (Programa Mais Alfabetização), discussão da proposta pedagógica, práticas de contraturno, dentre tantas outras ações que visam garantir a qualidade de ensino”, explica a Secretária.

A Secretaria Municipal da Educação reconhece o esforço e empenho de cada professor, das equipes diretivas, a importância da participação dos pais nesse processo e têm a convicta certeza que há muito com que se preocupar, que precisamos avançar rumo à democratização do conhecimento.

Escola Miguel Dewes participa pela primeira vez da avaliação e alcança a melhor nota

Se a Educação de Toledo está comemorando os bons resultados obtidos com a avaliação do IDEB, a Escola Municipal Miguel Dewes, de Dez de Maio, tem motivos de sobra para comemorar. Acontece que 2017 foi o primeiro ano a ser avaliada e já nesta participação alcançou a nota 8,5. A melhor colocação do município.

A Diretora da Escola, Luci Maria Rossetto Mayer, atribuiu o resultado a um trabalho conjunto de toda a equipe e toda a Comunidade Escolar, que se demonstra muito participativa em todas as ações da escola.

Luci conta que a emoção foi muito grande quando foram informados dos resultados. “Quando uma professora postou no grupo fui pesquisar e confirmamos o resultado. Foi uma grande surpresa, ficamos bem felizes. A gente estava bem ansiosos pelo resultado, como nunca tínhamos participado existia uma grande expectativa. As notas dos alunos na Prova Toledo eram sempre boas, então sabíamos que o resultado seria bom, só não tínhamos essa expectativa tão grande”, contou a Diretora.

O caminho

O empenho e o comprometimento da escola com os alunos para que sempre tivessem a melhor aprendizagem foi decisivo na obtenção do índice. Outro fator foi o fato de nenhum aluno ter reprovado em 2017, essa foi a “cereja do bolo” para impulsionar o resultado. Hoje são atendidos 90 alunos da educação infantil (pré-escolar I e II) até o quinto ano.

“Nós temos um trabalho onde atendemos a base nacional e mais algumas disciplinas complementares. É o caso da atividade complementar de jogos matemáticos. A utilização das mídias e tecnologias educacionais também complementam o currículo dos alunos”, explica a professora.

Além disso, a escola também tem o projeto da cooperativa escolar Mirim em parceria com o Instituto Sicoob, fundamentada nos princípios do cooperativismo. As atividades acontecem duas vezes por semana no contraturno.

As disciplinas complementares contribuem com a aprendizagem. E quando um aluno apresenta alguma dificuldade a equipe da coordenação e da psicopedagogia tem a preocupação em trabalhar atividades para que seja sanada essa dificuldade. “O educando fica sem defasagem de conteúdos”, aponta. Todos esses fatores influenciaram diretamente no resultado do IDEB.

“Os pais são muito participativos na escola, o Conselho Escolar, a APMF, os alunos se empenham e tem vontade de aprender. A equipe de trabalho realmente veste a camisa e com todo esse conjunto é que atingimos essa qualidade na educação”, finaliza a Diretora.

Veja como foram os resultados das demais escolas do município:

 

Metas obtidas

Metas Projetadas

Escola

2017

2017

ALBERTO SANTOS DUMONT E M EI EF

6.3

6.9

AMELIO DAL BOSCO E M EI EF

6.7

6.8

ANDRE ZENERE E M EI EF

6.0

5.9

ANITA GARIBALDI E M EI EF

5.9

5.6

ANTONIO SCAIN E M EI EF

6.2

6.4

ARI A GOSSLER E M ECOLOG PROF EI EF

6.8

6.8

ARSENIO HEISS E M EI EF

7.9

6.6

BORGES MEDEIROS E M DR EI EF

7.0

7.1

CARLOS FRIEDRICH E M EI EF

6.4

6.3

CARLOS JOAO TREIS E M EI EF

5.9

5.8

CAXIAS E M DQ DE EI EF

**

7.1

EGON WERNER BERCHT E M EI EF

7.2

6.5

HENRIQUE BROD E M PROF EI EF

6.2

6.2

IVO WELTER E M EI EF

6.6

6.3

JARDIM CONCORDIA E M EI EF

6.7

6.2

JOSE PEDRO BRUM E M VER EI EF

6.3

6.3

MIGUEL DEWES E M EI EF

8.5

 

NORMA DEMENECK BELOTTO E M EI EF

7.0

6.3

OLIVO BEAL E M EI EF

6.6

6.2

ORLANDO LUIZ BASEI E M EI EF

7.3

6.6

OSVALDO CRUZ E M EI EF

6.6

6.6

REINALDO ARROSI E M EF

6.6

6.0

SAO DIMAS E R M EI EF

7.1

 

SAO FRANCISCO DE ASSIS E M EI EF

*

5.6

SAO LUIZ E M EI EF

7.5

 

SHIRLEY M L SAURIN E M EI EF

6.5

6.6

TANCREDO DE A NEVES E M PRES EI EF

5.7

5.8

TOME DE SOUZA E M EI EF

**

7.1

WALDYR LUIZ BECKER E M ENG EI EF

6.2

5.9

WALMIR GRANDE E M EI EF

5.3

5.7



Compartilhe:
Notícias relacionadas

Publicidade
Notícias mais lidas
Publicidade
Fale conosco
Integração, a sua rádio!
Uma programação preparada especialmente para você!
Rua Dom Pedro II - 1581 - Centro - Toledo PR
© 2018 | Todos os direitos reservados
Desenvolvido por 4aw