Detalhes da notícia

Por PREFEITURA DE TOLEDO | Postado em: 22/05/2020 - 16:01
Equipes iniciarão segunda fase do fumacê na próxima semana
Equipes iniciarão segunda fase do fumacê na próxima semana

O combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da Dengue, ganhou forças em Toledo no início do mês de maio com a chegada das equipes da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) que estão realizando a pulverização conhecida como “fumacê”. O primeiro quadrante formado por aproximadamente 900 quarteirões deve receber o quinto ciclo do inseticida nos próximos dias, em seguida as equipes iniciarão a pulverização no segundo quadrante do município. 

 

O Coordenador do Setor de Endemias, Selídio Schmidt, disse que o trabalho realizado com o fumacê contribuiu significativamente na eliminação do mosquito Aedes aegypti. “O fumacê reduziu significativamente a evolução da epidemia. O frio também ajudou a conter o mosquito. Conseguimos frear de certa forma a evolução de novos casos, porém estamos sempre lembrando: o fumacê mata o mosquito que está voando, a eliminação das larvas e dos criadouros é de responsabilidade de cada morador”, alerta. 

 

Novo roteiro

Confira os bairros que cada equipe da Sesa, em parceria com os agentes de endemias, irão passar a partir da próxima semana, quando encerrarem os cinco ciclos do primeiro estágio: 

 

Equipe 1: Pasquali, Industrial I e II, Esplanada, Planalto, Tocantins I e II, Santa Maria e Panambi I.

 

Equipe 2: Orquídeas, Fachini, Santa Clara I, Coopagro, Vila Becker, Filadélfia, Pancera, Rossoni I e La Salle.

 

Equipe 3: Croma, São Francisco I, II e III, Panorama I, II e III, Bressan e Parizotto. 

 

A proprietária de uma lanchonete no Jardim São Peregrino, Cleusa Barbosa, foi uma das que acompanhou as várias passagens das caminhonetes do fumacê. “Eles passaram direitinho, passou dos dois lados da rua. Aqui em casa já tinha umas quatro pessoas da família que haviam pego dengue. Depois disso [do fumacê] não vimos mais nenhum mosquito, nem pernilongo. Foi um serviço bem feito e só temos a agradecer. Também passou um carro de som avisando pra tirar os animais e pra gente ir pro fundo. Nós tivemos todos os cuidados e foi bem legal. O barulho é bem alto, dá pra ouvir de longe, as pessoas já estavam esperando”, relatou a moradora. 

 

Depende do vento

Como a aplicação depende de vários fatores, como a direção ou intensidade do vento e clima bom, não será possível precisar quantos dias as três equipes ficarão em cada região. Na próxima semana irão traçar o roteiro de trabalho. É necessário a cooperação de todos para seguirem as orientações e os cuidados a serem tomados quando da passagem do fumacê. 

 

Orientações e cuidados

É necessário abrir portas e janelas, porém antes é preciso cobrir os alimentos dentro da casa, filtros de água, tirar as roupas do varal, cobrir as gaiolas de passarinhos, não deixar pacientes na frente da casa. Pessoas com problemas alérgicos, respiratórios, em situação de saúde precária, crianças, idosos, gestantes e animais domésticos devem evitar de ficar na frente de casa por pelo menos 30 minutos após a aplicação. 

 

Um dia antes da aplicação, a Associação dos Apicultores de Toledo será avisada da ação para tomarem os devidos cuidados para proteger as abelhas. 



Compartilhe:
Notícias relacionadas

Publicidade
Publicidade
Fale conosco
Integração, a sua rádio!
Uma programação preparada especialmente para você!
Rua Almirante barroso, 2018, CEP 85900-020 Centro Comercial Catedral, sala 18
© 2020 | Todos os direitos reservados
Desenvolvido por 4aw