Detalhes da notícia

Por BIOPARK | Postado em: 22/06/2021 - 14:22
Empresa residente no Biopark utiliza tecnologia em fibra de vidro como opção sustentável em várias aplicações
O desenvolvimento tecnológico é essencial para a sociedade, mas esse avanço requer um equilíbrio com a sustentabilidade
Empresa residente no Biopark utiliza tecnologia em fibra de vidro como opção sustentável em várias aplicações
 O poste de energia elétrica, elemento comum ao cotidiano das pessoas, é um dos itens que já possui alternativas sustentáveis no mercado, como os fabricados em fibra de vidro.
 
A fibra de vidro utilizada, também conhecida como PRFV – Polímero Reforçado com Fibra de Vidro, vem sendo aplicada como matéria-prima para postes de distribuição, iluminação e entradas residenciais. Com tecnologia 100% nacional, a empresa Vitrabrasil é referência na fabricação desse tipo de produto.
 
“Desde 2006 estamos desenvolvendo tecnologia e hoje somos referência nacional na fabricação de postes de entrada, que são os utilizados para distribuir energia em residências. Fabricamos postes de iluminação para praças, avenidas e orlas marítimas. No estado de Santa Catarina nossos produtos já são comercializados em mais de mil estabelecimentos comerciais”, explica Ribeiro, sócio-fundador da empresa.
 
Entre as vantagens do produto, se comparado aos postes de concreto, madeira e metal, estão a proteção para raios UV, a alta resistência a corrosão e maresia, o fato de ser isolante natural, ter uma vida útil de até 80 anos, o que representa até três vezes mais que outros materiais, e pesar até dez vezes menos, garantindo mais segurança para operadores no momento  da instalação e manutenção, o que reduz os custos de logística.  
Além dos postes de entrada, a Vitrabrasil fabrica muretas, cruzetas, postes auxiliares, postes de iluminação e distribuição. Os postes de distribuição são utilizados para expansão na rede e em locais de difícil acesso podem ser seccionados em partes com comprimentos variáveis, facilitando o transporte até mesmo por meios aquáticos.
 
Com o parque fabril na cidade de Tigrinhos (SC), a Vitrabrasil também atua em outros países e está expandindo o portfólio. Hoje a empresa divide-se em Vitrabrasil, Vitralatam com sede em Assunção no Paraguai, Vitraagro, Vitratowers e Vitrapdi.
 
Entre os projetos das empresas do grupo, destaca-se sua participação em vários programas junto as companhias elétricas de todo país. “O Programa Paraná Trifásico, é uma grande oportunidade para iniciarmos nossas atividades no estado”, acrescenta Ribeiro. Outro projeto que chama atenção é o desenvolvimento de silos em fibra de vidro para armazenamento de ração e grãos. “Esse projeto atende uma necessidade do mercado, algumas das vantagens são: maior vida útil dos silos e evitar a corrosão e contaminação cruzada. O silo de fibra de vidro é o resultado de um trabalho que iniciou na EMBRAPA e após quatro anos de pesquisa está se materializando, com foco principal na comprovação da eficiência do produto com relação aos silos de metal”, destaca o empresário.
 
No Biopark a Vitrapdi está atuando na área de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, como exemplo na área de compósitos de alta performance e com o biocobot, um robô colaborativo que pode ser utilizado em várias áreas, como uma plataforma de desenvolvimento.  
 
“O Biopark vem ao encontro de um planejamento comercial para atender ao Paraná, através de nossa unidade Vitralatam no Paraguai, além da produção de postes, serão fabricados tubulações, tanques e diversos produtos para área de infraestrutura. Além disso, estamos estudando a viabilidade para fabricar nossos produtos dentro da área industrial do Biopark, utilizando mão de obra especializada que está sendo formada pelas universidades do ecossistema”, comenta Ribeiro.


Compartilhe:
Notícias relacionadas

Publicidade
Publicidade
Fale conosco
Integração, a sua rádio!
Uma programação preparada especialmente para você!
Rua Almirante barroso, 2018, CEP 85900-020 Centro Comercial Catedral, sala 18
© 2021 | Todos os direitos reservados
Desenvolvido por 4aw